Operação antiterrorista prende 11 pessoas na Bélgica

Bruxelas, 8 Fev 2017 (AFP) - A polícia belga prendeu 11 pessoas em uma operação antiterrorista relativa "a combatentes (extremistas) potencialmente de retorno da Síria", informou nesta quarta-feira a Procuradoria Federal.

Nove domicílios foram alvos de buscas. "Não foram encontradas armas ou explosivos" na operação realizada durante a noite em Bruxelas e nos distritos de Molenbeek, Koekelberg, Laeken, Jette, Liedekerke e Schaerbeek, informou a Procuradoria em um comunicado.

Os agentes prenderam 11 pessoas para interrogatório, segundo essa fonte. "O juiz de instrução vai decidir ao longo do dia se mantém a detenção provisória", informou.

A operação não está ligada aos ataques de Paris em novembro do 2015 (130 mortos) ou aos ataques em Bruxelas, em março de 2016 (32 mortos), ambos reivindicados pelo grupo Estado Islâmico (EI), aponta o comunicado.

Uma operação semelhante realizada no final de janeiro resultou na detenção de sete pessoas, liberadas após interrogatório.

A Bélgica é o país da União Europeia que mais forneceu combatentes para grupos extremistas no Iraque e na Síria em proporção à sua população, com um número estimado de 465.

Desde os ataques em Paris e Bruxelas, a Bélgica reforçou as medidas de segurança e aumentou as operações policiais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos