Brincadeira sobre explosão de avião deixa três pessoas em terra no Peru

Lima, 9 Fev 2017 (AFP) - Um homem e seus pais, que faziam piadas sobre como explodir o avião que haviam acabado de embarcar no Peru, terminaram na delegacia, após ocasionarem a ida da segurança e atrasarem a decolagem da aeronave - detalhou a Polícia nesta quinta-feira (9).

O voo da Interjet com destino ao México se preparava para deixar o aeroporto Jorge Chávez da capital peruana. No momento do embarque, porém, uma tripulante foi abordada por três passageiros.

"Me pediram um copo de água e disseram: precisamos de dois copos de água para tomarmos remédios para acalmar os nervos, porque estamos loucos, é para os nervos, porque nós vamos morrer e vamos voar neste avião", contou a tripulante Sandra Gonzales, em imagens divulgadas pela América Televisión.

Apesar de a tripulante ter advertido que esses comentários não deveriam ser feitos em um avião, Gonzales assegurou que os passageiros insistiram.

Diante disto, ela reportou o fato, motivando a chegada da Polícia, que isolou o avião e revistou as bagagens dos 112 passageiros, com cães especializados e equipamentos. Nada foi encontrado.

Depois de entrar em pânico, o passageiro envolvido no incidente manifestou para outro tripulante "que tudo o que disseram era uma piada".

O avião decolou após cinco horas. Os bilhetes aéreos do rapaz que fez a brincadeira e de seus pais foram cancelados, depois de passarem várias horas na delegacia.

"Quando embarcarem em uma aeronave, não cometam nenhuma imprudência, por mais divertido, ou engraçado, que pareça", disse à imprensa o coronel de Polícia Alfredo Vildoso, chefe de segurança do aeroporto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos