Tillerson e Videgaray se reúnem no México 'nas próximas semanas'

Washington, 9 Fev 2017 (AFP) - O ministro das Relações Exteriores do México, Luis Videgaray, e o secretário de Estado americano, Rex Tillerson, marcaram nesta quarta-feira (8) uma reunião de trabalho no México nas "próximas semanas" - declarou o chefe da diplomacia mexicana à imprensa.

"Acertamos que teremos encontros frequentes e que a próxima reunião de trabalho será no México. De forma que o secretário Tillerson estará viajando nas próximas semanas para o México", disse Videgaray aos jornalistas na saída de um encontro no Departamento de Estado, em Washington.

Essa foi a primeira reunião de ambos desde que Tillerson assumiu a pasta, há uma semana. De acordo com Videgaray, o encontro foi "respeitoso e em termos muito construtivos".

Os dois conversaram sobre "a importância dos mecanismos de coordenação que existem e do combate às ameaças comuns".

Tillerson e Videgaray reiteraram ainda "o compromisso de ambas as nações de continuar trabalhando para encontrar soluções para as diferenças existentes, que foram públicas e notórias", apontou o Ministério mexicano em sua nota.

O chanceler mexicano disse também ter pedido ao colega americano respeito pelos mexicanos.

"É evidente que a relação atravessa um momento de definição, e o governo do México não vai parar de ter um ânimo completamente positivo, construtivo para conseguir bons acordos, sempre e quando for em um marco de respeito pelos mexicanos", declarou Videgaray à Rádio Fórmula, após o encontro.

Ainda na capital americana, Videgaray também se reuniu com o secretário de Segurança Interna, John Kelly, ao qual manifestou "a vontade do México de continuar colaborando com os Estados Unidos em diversos temas de interesse para ambos os países, sempre sob o princípio de respeito absoluto à soberania nacional".

Nesse encontro, o chanceler mexicano insistiu na "importância que tem o respeito pelos direitos humanos e civis dos conacionais que moram nos Estados Unidos".

As relações entre os dois vizinhos ficaram especialmente tensas desde a chegada de Donald Trump à Casa Branca, em consequência de seu plano de construir um muro na fronteira com o México e fazer o governo mexicano pagar pela obra.

A crescente tensão bilateral levou ao cancelamento de uma visita do presidente Enrique Peña Nieto a Washington.

Ao ser consultado sobre se os dois países já haviam conversado a respeito de uma nova data para a visita de Peña Nieto, Videgaray se limitou a responder: "Não por enquanto".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos