Colômbia submete sociedades da Odebrecht à alto grau de supervisão

Bogotá, 10 Fev 2017 (AFP) - A Colômbia submeteu o máximo grau de supervisão a quatro empresas da Odebrecht, pela qual poderão ser reorganizadas, ou liquidadas, se houver problemas econômicos, ou judiciais - informou uma fonte oficial nesta sexta-feira (10).

A Superintendência de Sociedades, um ente estatal autônomo de inspeção e vigilância das sociedades mercantis, "submeteu a controle, ao máximo grau de supervisão", as companhias Odebrecht Latinvest Colombia S.A.S., Constructora Norberto Odebrecht de Colombia S.A.S., Navelena S.A.S. e a sucursal da sociedade estrangeira Construtora Norberto Odebrecht S.A.

Segundo comunicado da Superintendência lido para jornalistas por seu titular, Francisco Reyes, "após essa decisão, os auditores fiscais das sociedades deverão comunicar a essa entidade, oportunamente, qualquer irregularidade que observem no funcionamento das companhias".

Com essa medida, a Superintendência também adquire "amplas faculdades de fiscalização", como solicitar informação jurídica e contábil das firmas, assim como exigir autorização para "qualquer modificação, ou reforma estatutária, ou capitalização da sociedade".

Também poderá remover os administradores, auditores fiscais e funcionários, além de multar funcionários que infringirem a legislação.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos