México: 12 supostos criminosos mortos, entre eles chefe de cartel

México, 10 Fev 2017 (AFP) - Um líder do cartel de narcotráfico dos irmãos Beltrán Levya, que opera no oeste do México, foi morto junto com outros 11 supostos criminosos durante confrontos com as forças federais, informaram as autoridades mexicanas nesta sexta-feira (10).

Na quinta-feira (9) à noite, em Tepic, capital do estado de Neyarit, ocorreu "um enfrentamento direto com armas de grande porte dos supostos criminosos contra as forças federais que os perseguiam", indicou a Secretaria da Marinha em um comunicado.

Os militares "responderam à agressão com a ajuda de disparos de um helicóptero" para que os agentes em terra "controlassem" a situação, acrescenta, informando que neste confronto morreram oito supostos criminosos.

A Secretaria de Governo informou pelo Twitter que entre esses oito mortos estava Juan Francisco Patrón Sánchez, que "era o líder do grupo criminoso dos Beltrán Levya em Nayarit e no sul de Jalisco".

Uma fonte federal que pediu anonimato disse à AFP que além da Marinha, o Exército e a Polícia Federal também participaram das operações.

Um vídeo do confronto obtido pela AFP mostra como, no meio da noite, o helicóptero disparava rajadas de tiro.

Mais tarde, as forças federais "enfrentaram uma segunda agressão" nos arredores do aeroporto de Nayarit, indicou a Marinha.

Neste segundo confronto, morreram outros quatro supostos membros do cartel dos Beltrán Levya, afirmou a instituição, ao assegurar que nenhum de seus soldados ficou ferido.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos