Trump classificou de 'vergonhosa' decisão judicial contra decreto antimigratório

Washington, 10 Fev 2017 (AFP) - O presidente americano, Donald Trump, classificou nesta sexta-feira de vergonhosa a decisão de um tribunal de apelações de manter a suspensão sobre sua ordem de proibir a entrada no país de refugiados e imigrantes de sete países de maioria muçulmana.

"Uma decisão vergonhosa", escreveu Trump em um tuíte, no qual citou alguns trechos de um artigo no site Lawfare - um blog sobre temas legais e de segurança - que fez referência à decisão unânime de quinta-feira do tribunal federal de apelações em San Francisco.

O artigo considerou notável que o colegiado de três juízes "não tenha nem mesmo se preocupado em citar" um crucial estatuto legal americano que autoriza o presidente a suspender a entrada nos Estados Unidos de todos ou de algum tipo de estrangeiro que considere prejudicial para os interesses do país.

Mas o blog também conclui que a corte de apelações chegou à decisão correta ao manter temporariamente a ordem executiva enquanto o tema é julgado em sua corte em Seattle (estado de Washington, noroeste), um aspecto que Trump não quis mencionar.

Segundo o Lawfare, a decisão da corte do Nono Circuito de San Francisco foi adequada "pela simples razão de que não há nenhum motivo para afundar o país novamente na desordem enquanto os tribunais avaliam os méritos destes assuntos nas próximas semanas".

O decreto de Trump, implementado sem aviso prévio, gerou caos em vários aeroportos, onde pessoas eram detidas e deportadas em meio à confusão.

Espera-se que o caso avance à Suprema Corte, embora possa voltar a ser reconsiderado nos tribunais menores.

"VEJO VOCÊS NA CORTE, A SEGURANÇA DE NOSSA NAÇÃO ESTÁ EM JOGO!", escreveu Trump no Twitter na quinta-feira pouco depois que o tribunal de apelações publicou sua decisão.

jm/rsr/yow/ma

Twitter

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos