EI será expulso do Iraque em 2017, diz ministro britânico da Defesa

Erbil, Iraque, 11 Fev 2017 (AFP) - O Iraque vai conseguir eliminar o grupo Estado Islâmico (EI) de suas principais cidades ainda em 2017 - previu neste sábado (11) o ministro britânico da Defesa, Michael Fallon, falando de Erbil, capital do Curdistão iraquiano.

"Estou feliz de constatar a libertação do leste de Mossul e o lançamento, em breve, da ofensiva para retomar a parte ocidental de Mossul", declarou Fallon, em entrevista coletiva em Erbil.

Apoiadas pela coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos na luta contra o EI, as tropas iraquianas lançaram, em 17 de outubro, uma ampla ofensiva para recuperar a cidade de Mossul. As forças iraquianas conseguiram controlar o leste da cidade e, agora, preparam uma operação para recuperar o oeste.

Fallon saudou a ação das forças britânicas na coalizão, indicando que alcançaram 300 alvos em Mossul e seus arredores, além de dar apoio - principalmente em termos de treinamento - aos 40.000 membros das forças iraquianas. Entre eles, há 7.000 peshmergas (forças curdas).

"Esperamos que o Daesh [acrônimo do EI em árabe] seja expulso das principais cidades do Iraque em 2017", afirmou o ministro britânico.

Fallon disse, porém, que a reconquista de Raqa - o maior reduto do EI na Síria, onde a coalizão internacional também atua - poderá ser "mais complicada, em consequência da guerra civil" no país vizinho.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos