Manifestações a favor e contra presidente tomam as ruas de Seul

Seul, 11 Fev 2017 (AFP) - Milhares de pessoas participaram neste sábado de duas manifestações, uma favor e outra contra a presidente sul-coreana Park Geun-Hye, enquanto a Corte Constitucional da Coreia do Sul analisa se valida ou não o impeachment decidido pelo parlamento.

Park foi destituída devido a um escândalo de corrupção, que causou, em 2016, grandes manifestações de rua pedindo sua renúncia.

No entanto, os partidários de Park, a princípio silenciosos, estão denunciando nos últimos dias um complô dos esquerdistas favoráveis à Coreia do Norte.

Tantos partidários quanto detratores de Park reuniram cerca de 50.000 e 500.000 pessoas, respectivamente, segundo as projeções.

Os opositores acusam os advogados de Park de frear o procedimentona Corte Constitucional com manobras jurídicas.

Se a Corte Constitucional confirmar o impeachment, haverá eleições antecipadas. Caso contrário, Park poderá terminar o mandato de cinco anos.

Park é acusada de cumplicidade com sua amiga Choi Soon-Sil, a figura central do escândalo, que está sendo julgada por ter obtido, mediante extorsão, milhões de dólares dos grandes grupos industriais sul-coreanos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos