Manifestações pró-vida e a favor do aborto se espalham pelos EUA

Washington, 11 Fev 2017 (AFP) - Dezenas de manifestações tomaram os Estados Unidos, neste sábado, contra a organização de planejamento familiar Planned Parenthood, que organizou, por sua vez, suas próprias marchas para defender o direito ao aborto.

Mais de 200 concentrações que atenderam à convocação da organização pró-vida Pro-Life Action League estavam previstas em 45 estados, na frente, ou próximo a clínicas de planejamento familiar, da Califórnia a Nova York, passando por Alabama e Texas, segundo o portal on-line protestPP.com.

"As eleições demonstraram que os eleitores pró-vida formam um bloco importante, e o governo [do presidente Donald] Trump entendeu isso", disse ao jornal The New York Times o diretor da Pro-Life Action League, Eric Scheidler.

Os protestos reivindicam, em particular, a eliminação dos financiamentos públicos para essa rede de clínicas, com mais de 650 centros em todo o país.

Em resposta, aqueles que apoiam o planejamento familiar convocaram uma reação.

"Os militantes e defensores do planejamento familiar provam, assim, que se recusam a se deixar intimidar", declarou em um comunicado Kelley Robinson, do fundo da Planned Parenthood Action.

Segundo as imagens transmitidas pelas emissoras americanas, as manifestações - a favor e contra o aborto - reuniram um público modesto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos