Rebeldes e governo sírio convidados a negociações em Astana em 15 de fevereiro

Almaty, Cazaquistão, 11 Fev 2017 (AFP) - O governo sírio e vários grupos rebeldes armados foram convidados a voltar às negociações de paz, em 15 e 16 de fevereiro, em Astana, anunciou neste sábado o ministério das Relações Exteriores do Cazaquistão.

"Foi decidido realizar as próximas negociações de alto nível no processo de Astana para resolver a situação na Síria em 15 e 16 de fevereiro", anunciou o ministério em um comunicado.

"O governo sírio, os representantes da oposição armada síria e o enviado especial da ONU Staffan de Mistura" são convidados a este diálogo patrocinado pela Rússia, Turquia e Irã.

De acordo com o ministério, uma delegação jordaniana irá participar nas negociações, bem como delegados dos Estados Unidos, na posição de observadores.

As negociações vão tratar o cessar-fogo e as medidas de "estabilização" em algumas regiões do país.

A capital do Cazaquistão recebeu em janeiro uma primeira rodada de negociações que terminou sem qualquer progresso político significativo para acabar com a guerra que causou mais de 310.000 mortes desde o final de 2011.

bur-am/tbm/ib/erl/eg/mr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos