Vários feridos em confrontos entre policiais e manifestantes em Bagdá

Bagdá, 11 Fev 2017 (AFP) - As forças de segurança iraquianas usaram gás lacrimogêneo e balas de borracha para dispersar, neste sábado (11), os manifestantes que tentavam entrar na Zona Verde, área fortificada no centro de Bagdá, deixando vários feridos, informaram testemunhas e policiais.

Milhares de manifestantes, em sua maioria partidários do líder xiita Moqtada Sadr, reuniram-se no centro da capital iraquiana para exigir reformas eleitorais antes das eleições provinciais, previstas para setembro.

O protesto começou pacificamente e várias pessoas discursaram diante de uma multidão na Praça Tahrir.

Mas, pouco depois, vários manifestantes tentaram atravessar um cordão policial que protegia a estrada que conduz à Zona Verde.

"Os manifestantes tentaram atravessar a ponte Jumhuriya, e as forças de segurança lançaram granadas de gás lacrimogêneo para repeli-los, mas eles insistiram", informou um oficial da polícia.

Outro agente indicou que pelo menos 11 manifestantes foram feridos por balas de borracha ou gás lacrimogêneo, enquanto dezenas deles tiveram de ser atendidos por problemas respiratórios.

bur-ak/jmm/feb/bpe/gm.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos