Ex-governador do Banco de España é indiciado em caso Bankia

Madri, 13 Fev 2017 (AFP) - A Justiça espanhola ordenou nesta segunda-feira o indiciamento do ex-governador do Banco de España, Miguel Ángel Fernández Ordoñez, vinculado à suposta fraude na entrada na Bolsa do banco Bankia em 2011, resgatado pelo Estado logo depois.

Julio Segura Sánchez, o ex-presidente da Comissão Nacional do Mercado de Valores (CNMV), encarregada de regular o funcionamento dos mercados financeiros, também foi indiciado, segundo os autos do tribunal da Audiência Nacional consultado pela AFP.

Sem detalhar os delitos de que são acusados, os autos ordenam o juiz instrutor encarregado do caso abrir diligências contra Fernández Ordóñez, governador do Banco Central entre 2006 e 2012, e Segura Sánchez.

Outros seis dirigentes do Banco Central e da CNMV da época também foram indiciados.

str-emi/dbh/mck/eg/cc/mvv

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos