Procurador chileno vem ao Brasil para colher informação sobre OAS

Santiago, 13 Fev 2017 (AFP) - Uma delegação do Ministério Público chileno se reunirá na sexta-feira com o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, para um intercâmbio de informação sobre a construtora OAS, investigada em Santiago por suposto financiamento de campanhas eleitorais, informou a instituição nesta segunda-feira.

O procurador chileno Jorge Abott se reunirá com Janot "a fim de ativar mecanismos de cooperação em torno da investigação sobre corrupção internacional conhecida como Lava Jato e que no Chile tem como aresta o caso OAS, sobre financiamento irregular de campanhas políticas", aponta a mensagem divulgada pelo MP em Santiago.

Abott virá ao Brasil acompanhada pela procuradora Ximena Chong, encarregada no Chile de investigar a possível relação entre a OAS e o ex-candidato presidencial Marco Enríquez-Ominami, que durante sua campanha para as eleições nacionais de 2013 teria utilizado um avião privado da empresa para viajar dentro do Chile.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos