Vinte mortos em novos combates no Iêmen

Adem, 13 Fev 2017 (AFP) - Vinte rebeldes e soldados pró-governamentais morreram em novos combates a oeste do Iêmen, onde as forças leais ao presidente Abdo Rabbo Mansur Hadi tentam avançar rumo ao norte em direção à cidade portuária de Hodeida, indicaram nesta segunda-feira fontes militares e médicas.

Os combates das últimas 24 horas ocorreram ao norte da cidade de Moja, totalmente tomada na sexta-feira pelas forças pró-governamentais, informaram as mesmas fontes.

"O balanço desta manhã fala de 14 mortos entre os rebeldes e de seis entre as fileiras de nossas forças", declarou o responsável militar leal ao presidente Mansur Hadi.

Por sua vez, uma fonte médica em Hodeida informou sobre oito mortos entre os rebeldes xiitas huthis.

Depois de semanas de combates contra os rebeldes xiitas que deixaram mais de 400 mortos, os insurgentes foram na sexta-feira forçados a fugir de Moja.

Com o apoio da aviação e da marinha da coalizão árabe sob comando saudita, as forças pró-governamentais lançaram no dia 7 de janeiro uma ofensiva para tomar dos rebeldes as zonas que cercam o mar Vermelho ao longo de 450 km, como as cidades de Moja, Hodeida e Midi.

A Guerra no Iêmen opõe as forças pró-governamentais e os huthis, estes últimos apoiados pelo Irã, que controla grandes territórios, entre eles a capital, Sanaa.

Desde a intervenção da coalizão árabe, em março de 2015, para ajudar o poder a frear o avanço rebelde, mais de 7.400 pessoas morreram e mais de 40.000 ficaram feridas, perpetuando uma grave crise humanitária.

faw-ny/mh/hj/bc.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos