Brasileira Valentina Sampaio é primeira transgênero na capa da Vogue Paris

Paris, 14 Fev 2017 (AFP) - A emblemática revista de moda Vogue Paris escolheu para sua capa de março a modelo transgênero brasileira Valentina Sampaio, uma novidade para a publicação francesa.

"Nada a diferencia de Gisele, Daria, Edie ou Anna. Exceto um detalhe. Valentina, a mulher fatal, nasceu homem", assinala Emmanuelle Alt, diretora da edição francesa da Vogue.

"Se Valentina aparece na capa da Vogue deste mês, além de suas características físicas e sua personalidade radiante, é porque vive, apesar disso, uma luta secular e dolorosa para deixar de ser vista como uma 'exilada de gênero' ou uma criatura à parte", considerou Alt em seu editorial.

Iluminada por uma luz violeta, Sampaio, de olhos verdes e lábios carnudos, aparece na capa da revista que sairá para as bancas em 23 de fevereiro com o título "A beleza transgênero. Como estão mudando o mundo".

"Valentina é a figura glamour de uma causa", acrescenta a diretora da Vogue Paris, que também homenageia outras transgênero incluindo Lea T, musa do estilista Riccardo Tisci, e a "Bond girl" Caroline Cossey.

Valentina Sampaio afirmou em uma entrevista em 2015 para a revista Glamour, do grupo Globo, "nunca ter se sentido discriminada". "Meu pais sempre me respeitaram como sou", assinalou esta jovem de 22 anos nascida em Fortaleza.

Milhares de seguidoresNo Instagram, Valentina Sampaio tem mais de 35.000 seguidores. No Brasil, já esteve na capa da revista Elle e participou da Semana de Moda de São Paulo. É também uma das embaixadoras da L'Oréal Paris.

"O dia em que uma transexual estiver na capa de uma revista e não for necessário escrever um editorial sobre o tema teremos vencido uma batalha", acrescentou a diretora da Vogue, cuja iniciativa foi aplaudida por várias associações francesas.

"A visibilidade é fundamental para todas as minorias porque depois de um tempo isto destrói os estereótipos e preconceitos", considerou Stephanie Nicot, presidente da federação francesa de associações e centros LGBT.

As pessoas transgênero estão aparecendo cada vez mais.

A revista National Geographic dedicou no fim de dezembro sua capa à "Revolução de gênero" com Avery Jackson, uma menina americana transgênero de nove anos. Laverne Cox, uma das atriz da série "Orange is the new black" esteve na capa da Time em junho de 2014.

Nesse sentido, o ex-campeão olímpico americano Bruce Jenner, agora Caitlyn Jenner, revelou ao mundo sua mudança de sexo em 2015 ao posar para a revista Vanity Fait, também como capa.

Jfg-meb/age/cb/mvv

L'OREAL

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos