Chefe da Otan considera prioritário aumento do gasto em defesa dos aliados

Bruxelas, 14 Fev 2017 (AFP) - O secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, estimou nesta terça-feira que "o mais importante" é aumentar o gasto em defesa, um dia antes da primeira reunião de ministros desta pasta da Aliança Atlântica com seu novo colega americano.

"Independentemente da linguagem, o mais importante é que aumentemos o gasto em defesa e isso é exatamente o que estamos fazendo", afirmou Stoltenberg, que anunciou que os aliados europeus e o Canadá aumentaram o valor em 3,8%, ou seja, 10 bilhões de dólares adicionais em comparação com o ano anterior.

As declarações do chefe da Aliança Atlântica foram feitas um dia antes de uma reunião de ministros da Defesa da Otan, a primeira que contará com a participação de um representante da nova administração americana, concretamente de seu secretário americano de Defesa, James Mattis.

Antes de assumir o cargo, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, classificou a Otan de obsoleta e questionou seu compromisso de ajuda mútua aos seus aliados transatlânticos caso seu gasto em defesa não aumentasse, uma exigência reiterada há anos pelos líderes americanos.

Em 2014, os presidentes dos 28 países da Otan decidiram em uma cúpula em Gales aumentar seu gasto militar nacional até 2% do PIB antes de 2024, embora até o momento apenas cinco países tenham alcançado este objetivo: Estados Unidos, Reino Unido, Grécia, Estônia e Polônia.

Neste sentido, o aumento dos gastos de defesa em 2016 representa "um passo importante na boa direção", segundo Stoltenberg, que convocou, no entanto, a "fazer muito mais" e a evitar a redução dos gastos militares naqueles países da Aliança que ainda não fizeram.

Em relação ao compromisso da nova administração americana com seus aliados transatlânticos, o secretário-geral da Otan reiterou que a mensagem transmitida por Trump após sua chegada à Casa Branca é que os Estados Unidos "continuam fortemente comprometidos com a Otan e com o vínculo transatlântico".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos