Índia iguala China em número de mortes por poluição

Nova Délhi, 14 Fev 2017 (AFP) - A deterioração da qualidade do ar na Índia faz com que a atmosfera do país seja uma das mais letais do mundo, igualando a China em número de mortes provocadas pela poluição, segundo um estudo publicado nesta terça-feira.

A poluição do ar é responsável por 1,1 milhão de mortes prematuras por ano na Índia, um nível similar ao da vizinha China, segundo um estudo conjunto de dois institutos americanos de pesquisa sanitária.

Enquanto o número de mortes na China se estabilizou nos últimos anos, cresceu rapidamente na Índia. A concentração de partículas em suspensão sobre grandes cidades com frequência está acima dos limites recomendados para a saúde.

Na Índia, as mortes relacionadas com as PM2,5 - partículas de 2,5 mícrons ou menos de diâmetro - passaram de 737.400 em 1990 para 1,09 milhão em 2015.

Estas partículas microscópicas são tão leves que flutuam no ar e se alojam profundamente nos pulmões, aumentando o risco de câncer de pulmão, bronquite crônica e doenças cardíacas.

"A Índia se aproxima agora da China em número de mortes atribuídas às PM2,5", aponta o estudo realizado pelo Health Effects Institute e pelo Institute for Health Metrics and Evaluation.

Juntos, os dois gigantes asiáticos representam mais da metade de todas as mortes globais relacionadas à exposição às PM2,5, disse o estudo.

Medidas para reduzir a poluição atmosférica na China - que disputa com a Índia o título nada invejável de país mais poluído do mundo - permitiram estabilizar as mortes precoces pelas PM2,5 desde 2005, em torno de 1,1 milhão.

Mas a situação não dá sinais de melhora na Índia, de 1,25 bilhão de habitantes e muito dependente do carvão como fonte de energia.

Nova Délhi registrou neste outono (boreal) dias de poluição intensa, que deixou a capital indiana presa sob uma grande névoa tóxica.

np-amd/at/bc/age/db/mvv

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos