Rebeldes e forças do regime estabelecem 'linha de segurança' em cidade da Síria

Ancara, 14 Fev 2017 (AFP) - As forças do regime sírio e os rebeldes apoiados pela Turquia concordaram em criar uma "linha de segurança" em Al-Bab para evitar confrontos entre eles em seu objetivo comum de expulsar os extremistas islâmicos da cidade, informou nesta terça-feira um jornal turco.

Al-Bab, situada na província de Aleppo (norte), está cercada de um lado pelos rebeldes sírios, apoiados pelo exército turco, e, do outro, pelas forças do regime de Bashar Al-Asad.

Para evitar confrontos, foi criada uma "linha de segurança" de um comprimento entre 500 e 1.000 metros, de acordo com o jornal Hurriyet, que assegura se tratar de uma tentativa de recuperar a cidade das mãos do grupo Estado Islâmico (EI).

Em agosto, a Turquia lançou a operação "Escudo de Eufrates" para expulsar do norte da Síria o EI e as milícias curdas, que são apoiadas pelos Estados Unidos em sua luta contra os extremistas, mas que a Turquia classifica de "terroristas".

Os rebeldes apoiados pela Turquia já controlam 40% da cidade, de acordo com Hurriyet.

No início do conflito na Síria, a Turquia adotou uma postura muito contrária ao governo de Assad, mas, com o passar do tempo, e no contexto de uma aproximação entre Ancara e Moscou, aliado do regime de Damasco, mudou seu comportamento.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos