Washington dará ajuda de US$ 25,2 milhões a Uganda para refugiados

Campala, 14 Fev 2017 (AFP) - Os Estados Unidos desbloquearão uma ajuda suplementar de 25,2 milhões de dólares (23,7 milhões de euros) para apoiar Uganda em relação à chegada de refugiados, anunciou nesta terça-feira a embaixadora americana em Kampala.

Uganda acolhe mais de um milhão de refugiados, 700.000 dos quais fugiram da guerra civil que atinge o país vizinho, o Sudão do Sul, desde dezembro de 2013.

A embaixadora dos Estados Unidos, Deborah Malac, felicitou nesta terça-feira ante a imprensa a "política muito progressista" de Uganda com os refugiados.

"Aplaudimos o fato de que o governo esteja decidido a deixar a porta aberta aos refugiados", acrescentou.

A ajuda desbloqueada pelos Estados Unidos será utilizada para melhorar o acesso à água potável e as condições sanitárias nos campos de refugiados, reduzir a violência sexual e garantir a proteção dos refugiados.

Malac pediu aos outros países da África Oriental que "aumentem seu apoio" à Agência de Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) e aos países que acolhem as pessoas deslocadas.

Considerando que "não se prevê nenhum fim" à violência no Sudão do Sul, a embaixadora pediu um maior envolvimento "da comunidade internacional, e não apenas dos atores habituais".

str-cyb/fal/ayv/bc/age/ma

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos