Ideia de Estado palestino está superada, diz ministro israelense

Jerusalém, 15 Fev 2017 (AFP) - O chefe da direita nacionalista religiosa israelense, Naftali Bennett, considerou que as declarações feitas nesta quarta-feira pelo primeiro-ministro Benjamin Netanyahu e pelo presidente americano Donald Trump marcam o fim da ideia de Estado palestino.

"Uma nova era, novas ideias, não há necessidade de um Estado palestino além da Jordânia e da (Faixa de) Gaza", afirmou em seu Twitter Naftali Bennett, ministro da Educação e líder do Lar Judeu, partido que apoia fervorosamente a colonização na Cisjordânia e em Jerusalém Oriental.

Durante uma coletiva de imprensa conjunta em Washington, Trump, junto com Netanyahu, declarou que "a solução de dois Estados" para resolver o conflito israelense-palestino não é o único caminho possível para alcançar a paz.

A Casa Branca havia indicado na terça-feira que Washington não insistirá mais sobre este princípio de referência da comunidade internacional e que esta não ditará mais os termos de um eventual acordo de paz entre Israel e os palestinos.

Em resposta, Netanyahu julgou que o novo presidente americano oferece "uma ocasião sem precedentes" para fazer avançar a paz.

jlr/cmk/age/mb/cb/cc

TWITTER

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos