Otan continua sendo 'pedra angular' para EUA, diz chefe do Pentágono

Bruxelas, 15 Fev 2017 (AFP) - A Otan "continua a ser uma pedra angular" para os Estados Unidos, e o presidente Donald Trump expressou seu "forte apoio" à aliança, afirmou nesta quarta-feira o novo chefe do Pentágono, James Mattis, durante sua primeira visita à sede da Aliança Atlântica em Bruxelas.

"A Aliança continua a ser uma pedra angular para os Estados Unidos e para toda a comunidade transatlântica, ligados como estamos uns aos outros", garantiu o secretário de Defesa dos Estados Unidos ao lado do chefe da Otan, Jens Stoltenberg.

Ex-chefe militar da Otan, o general Mattis falou da Aliança como a sua "segunda casa".

"Como o presidente Trump expressou, apoia fortemente a Otan", acrescentou o general reformado do corpo de 'Marines', que entre 2007 e 2009 foi um dos principais chefes militares da Otan, que esteve à frente do Comando Supremo de Transformação.

Os aliados estão preocupados com o compromisso de Washington com a Aliança, já que, antes de assumir o cargo, Trump classificou a organização de "obsoleta", especialmente por sua falta de atuação na luta contra o terrorismo, e questionou seu compromisso de ajuda mútua a seus aliados transatlânticos caso eles não aumentem seu gasto na Defesa.

Mattis enfatizou que, em sua primeira reunião "quer ouvir seus colegas, ter uma conversa aberta entre amigos e aliados".

O chefe do Pentágono fez estas declarações em uma coletiva conjunta sem perguntas junto ao secretário-geral da Aliança, Jens Stoltenberg, que, por sua vez, destacou que, em 2016, o gasto da defesa aumentou 3,8% entre os europes e o Canadá, apesar de considerar que não foi suficiente.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos