Chanceler russo diz não querer 'interferir' nos assuntos dos EUA

Bonn, 16 Fev 2017 (AFP) - A Rússia não interfere "nos assuntos internos de outros países", assegurou nesta quinta-feira o chanceler russo Sergei Lavrov, pouco antes de seu primeiro encontro com o seu colega americano, Rex Tillerson, à margem de uma reunião do G20.

"Vocês devem entender que nós não interferimos nos assuntos internos de outros países", declarou Lavrov, quando perguntado sobre a polêmica que agita Washington pela suposta relação de pessoas próximas ao presidente Donald Trump e a Rússia.

A controvérsia já custou o cargo a Michael Flynn, ex-conselheiro de Segurança de Trump, suspeito de ter discutido questões sensíveis com uma autoridade russa antes da possa da nova administração.

A relação entre os Estados Unidos e a Rússia está no centro de todas as perguntas. O presidente americano prometeu uma aproximação com Moscou, mas, desde então, tem havido uma série de declarações contraditórias.

"Há muitos problemas e estamos perdendo tempo, porque não estávamos resolvendo esses problemas", declarou por sua vez a repórteres Dmitri Peskov, o porta-voz do Kremlin.

"Nós temos muitas questões a discutir. Espero que para cada um desses problemas possamos determinar os parâmetros da nossa cooperação", disse Lavrov.

Neste contexto conturbado, o ministro da Defesa russo, Serguei Shoigu, alertou que qualquer tentativa dos Estados Unidos de dialogar com seu país em uma "relação de força" fracassará.

"Estamos dispostos a estabelecer uma relação com o Pentágono. Mas as tentativas de construir este diálogo com base em uma relação de força não tem nenhum futuro", alertou em um comunicado.

bur-cf/ylf/pjl/bc/age/mr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos