Washington disposto a cooperar com Moscou se isso beneficiar os interesses americanos

Bonn, 16 Fev 2017 (AFP) - Os Estados Unidos estão dispostos a cooperar com moscou se isso beneficiar seus interesses, declarou nesta quinta-feira o secretário de Estado americano, Rex Tillerson, depois de um primeiro encontro com seu colega russo Serguei Lavrov, paralelamente à reunião do G20 em Bonn.

"Os Estados Unidos considerarão trabalhar com a Rússia se encontrarmos áreas de cooperação prática que beneficiem os americanos", declarou Tillerson, que também pediu a Moscou que "respeite os acordos de Minsk e contribua para uma redução da violência na Ucrânia".

"Quando não estivermos de acordo, os Estados Unidos defenderão seus interesses, seus valores e o de seus aliados", acrescentou.

As declarações do chanceler americano, em sua primeira atuação internacional desde que assumiu o cargo no início de fevereiro, coincidem com um momento em que as relações russo-americanas estão cercadas de incógnitas, já que o presidente Donald Trump prometeu uma aproximação com Moscou na campanha, mas, desde então, fez várias colocações contraditórias.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos