Alemanha: a luta antiterrorista não pode virar uma guerra contra o Islã

Munique, Alemanha, 17 Fev 2017 (AFP) - A ministra alemã da Defesa pediu aos países ocidentais, em particular aos Estados Unidos, que não façam da luta contra o terrorismo uma guerra contra o Islã, aparentemente aludindo ao controvertido decreto migratório do presidente americano Donald Trump.

"Devemos evitar transformar tudo isso em uma frente comum contra o Islã e os muçulmanos. Senão, corremos o risco de aprofundar ainda mais as brechas, que são o caldo de cultivo da violência e do terrorismo", afirmou Ursula van der Leyen em uma conferência sobre segurança em Munique, sul da Alemanha.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos