Bombardeio do governo sírio durante funeral em Damasco mata 16

Beirute, 18 Fev 2017 (AFP) - Dezesseis pessoas morreram neste sábado em um bombardeio do governo sírio que atingiu um funeral no nordeste de Damasco, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

O OSDH reportou que "sete foguetes e vários projéteis atingiram áreas das imediações de Qabun", um distrito no nordeste da capital síria controlado pelos rebeldes.

"O bombardeio alcançou um cemitério onde estavam enterrando alguém", informou o diretor do OSDH, Rami Abdel Rahman.

Os rebeldes e as forças do governo sírio acordaram uma trégua local em Qabun em 2014, mas continuam ocorrendo confrontos neste bairro, bombardeado com regularidade.

Segundo a mesma fonte, três civis morreram em bombardeios do governo em Waer, o último distrito de Homs nas mãos dos rebeldes.

Mais de 310.000 pessoas morreram no conflito sírio, desencadeado em 2011 pela sangrenta repressão de manifestações pacíficas, e que acabou se transformando em uma guerra em que inúmeras potências regionais e internacionais, além de vários grupos extremistas, foram envolvidos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos