Equador: polícia revista sede do partido do governo após ameaça de bomba

Quito, 19 Fev 2017 (AFP) - A polícia do Equador descartou neste sábado uma ameaça de bomba após revistar a sede do partido governista Aliança país, na véspera das eleições em que será eleito o sucessor do presidente Rafael Correa.

O "Grupo de Intervenção e Resgate da Polícia Nacional, com seus cães farejadores de explosivos, fizeram uma revista não encontrando nenhuma novidade", disse à AFP o coronel Norman Cano, que encabeçou a operação.

O militar indicou que o Serviço Integrado de Segurança ECU911 recebeu um telefonema "de uma pessoa anônima na qual indicava que na sede da Aliança País existia um artefato explosivo".

A polícia isolou a rua onde fica a sede, no norte de Quito, e evacuou o prédio por cerca de 45 minutos.

Esta semana também foram registradas ameaças de bomba no escritório da presidente do Congresso, Gabriela Rivadeneira, no canal privado Teleamazonas, onde uma jornalista recebeu um envelope suspeito e no edifício de mídia pública.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos