Milhares protestam na França contra violência policial

Paris, 18 Fev 2017 (AFP) - Milhares de pessoas se manifestaram neste sábado na França, convocadas principalmente por associações contra o racismo e sindicatos, para protestar contra a violência policial, causando alguns incidentes em Paris.

Cerca de 2.300 pessoas, segundo a Polícia, - de 4.000 a 5.000, de acordo com os organizadores -, se concentraram na capital francesa mais de duas semanas depois da agressão a Théo, um jovem negro que foi violentado por um policial ao ser preso.

Ocorreram alguns incidentes à margem da manifestação, sobre a qual os organizadores informaram previamente às autoridades.

Um grupo de manifestantes "desafiou" os cordões de isolamento, relatou uma fonte da Polícia, que respondeu no fim da tarde com gás lacrimogêneo ao lançamento de paus e pedras.

"O caso de Théo não é algo isolado, é um problema estrutural da violência policial que a França deve ter a maturidade de lidar", declarou à AFP o presidente da organização SOS Racisme, Dominique Sopo.

Outras centenas de pessoas protestaram em outras cidades do país como Nice, Montpellier e Dijon, onde também aconteceram incidentes.

Théo, um jovem negro de 22 anos, saiu do hospital na quinta-feira, duas semanas após ter sido violentado com um cassetete durante sua prisão, em 2 de fevereiro, na periferia de Paris. Quatro policiais estão sendo investigados no caso, um deles por agressão sexual.

rfo-sva-kap/mra/blb/gde/jvb/mb/cb/mvv

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos