RDCOngo: 25 civis morrem em ataque por motivos étnicos (autoridades)

Goma, RD Congo, 19 Fev 2017 (AFP) - Vinte e cinco pessoas morreram em um ataque realizado por uma milícia da etnia nandé em uma localidade do leste da República Democrática do Congo, informou uma fonte oficial neste sábado.

"No total, 25 pessoas morreram, decapitadas com facão pelos Mai-Mai Mazembe no povoado de Kyaghala e seus arredores", declarou à AFP Francis Bakundakabo, delegado local do governador da província de Kivu do Norte Norte, destacando que "todas as pessoas eram civis hutus".

Segundo Bakundakabo, o massacre ocorreu entre as 04H00 locais (00H00 de Brasília) e as 08H00 (04H00).

Entre as vítimas, "24 foram assassinadas com facão e uma (mulher) a tiros", disse à AFP Hope Kubuya, autoridade da sociedade civil local.

"Esta incursão dos Mai-Mai Mazembe no povoado dos hutus contribui para avivar o conflito interétnico na região", acrescentou após comprovar a estrutura do ataque.

Os Mai-Mai são grupos de autodefesa constituídos a partir de uma base essencialmente étnica.

O grupo Mai-Mai Mazembe é formado por cidadãos das comunidades Nandé, Hunde e Kobo e se opõe aos milicianos do grupo Nyatura (hutu).

A localidade de Nyanzale, onde ocorreu o massacre, é povoada na maioria por hutus.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos