Trégua entre rebeldes e exército ucraniano a partir de segunda-feira

Munique, Alemanha, 18 Fev 2017 (AFP) - Na segunda-feira terá início uma trégua entre os rebeldes pró-russos e o exército ucraniano no leste da Ucrânia, em virtude de um acordo alcançado por Ucrânia, Rússia, Alemanha e França durante uma reunião em Munique, anunciou neste sábado o chefe da diplomacia russa, Serguei Lavrov.

"É positivo que o grupo de contato (os ministros das Relações Exteriores ucraniano, russo, alemão e francês) tenha acordado um início do cessar-fogo em 20 de fevereiro", disse Lavrov a jornalistas russos, ressaltando, no entanto, a ausência de "progressos importantes" no encontro.

O acordo fixa também o "começo da retirada de armas pesadas" no leste da Ucrânia, informou o ministro.

O grupo "examinou até que ponto são aplicados os acordos alcançados pelos presidentes de Rússia, França, Ucrânia e a chanceler alemã [Angela Merkel]" em outubro, em Berlim, afirmou Lavrov.

"Constatamos que não houve grandes avanços quanto aos resultados das decisões tomadas em Berlim", lamentou.

O ministro de Relações Exteriores da Ucrânia, Palvo Klimkine, confirmou o acordo de cessar-fogo, mas advertiu que "é necessário que (a trégua) não seja um slogan político, mas que seja uma situação real".

Há quase três anos, a Ucrânia sofre com um conflito que deixou quase 10.000 mortos, no qual se enfrentam as forças governamentais contra separatistas pró-russos que, segundo Kiev e países ocidentais, seriam apoiados militarmente pela Rússia, o que Moscou nega.

Apesar do cessar-fogo instaurado no fim de dezembro no leste do país, os enfrentamentos são frequentes e deixaram quase 30 mortos no começo de fevereiro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos