Enviado da ONU questiona nível de envolvimento dos EUA em solução política na Síria

Munique, Alemanha, 19 Fev 2017 (AFP) - O emissário da ONU sobre a Síria, Staffan de Mistura, questionou neste domingo o nível de envolvimento americano na busca por uma solução política no país em guerra, poucos dias antes da retomada das negociações em Genebra.

"Onde estão os Estados Unidos em tudo isso? Não posso dizer porque não sei", declarou De Mistura na Conferência sobre Segurança, em Munique.

"Eu entendo que tenham em mente três prioridades: combater o Daesh (acrônimo árabe do grupo Estado Islâmico), limitar a influência de certo ator regional (Irã) e não colocar em perigo um de seus principais aliados na região", declarou De Mistura.

"Minha pergunta é: vocês querem combater o Daesh ou acabar definitivamente com o Daesh? Para acabar com o Daesh, falta uma solução política crível" na Síria, insistiu.

Até agora, a administração Trump deu pouca ou nenhuma amostra do quanto quer se envolver nos esforços diplomáticos para resolver o conflito que devasta a Síria.

"Estamos revisando profundamente todo o processo", respondeu o enviado especial americano da coalizão anti-extremista, Brett McGurk, que também participava do debate. E antecipou: "seremos muito egoístas no que se refere à proteção e promoção de nossos interesses".

Na quinta-feira serão retomados em Genebra os diálogos de paz promovidos pela ONU, depois de três sessões em 2016 que não permitiram nenhum avanço.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos