Polícia malaia busca quatro norte-coreanos por morte de Kim Jong-nam

Kuala Lumpur

  • Royal Malaysia Police/Handout via Reuters

    Três norte-coreanos considerados suspeitos pela morte de Kim Jong-nam: Ri Jae-nam (esq frente), Hong Song-hac (esq) and Ri Ji-hyun (dir)

    Três norte-coreanos considerados suspeitos pela morte de Kim Jong-nam: Ri Jae-nam (esq frente), Hong Song-hac (esq) and Ri Ji-hyun (dir)

Quatro suspeitos norte-coreanos eram procurados no âmbito da investigação sobre o assassinato na segunda-feira no aeroporto de Kuala Lumpur do meio-irmão de Kim Jong-un, anunciou neste domingo a polícia malaia.

Os quatro homens, com idades entre 33 e 57 anos, fugiram da Malásia no dia do assassinato, declarou em uma coletiva de imprensa Tan Sri Noor Rashid Ibrahim, funcionário de alto escalão da polícia local.

Outros três norte-coreanos já eram procurados pela ajuda que podem dar, eventualmente, à polícia.

No sábado, um norte-coreano de 36 anos, Ri Jong-chol, foi detido. Ele seria um especialista informático, explicou o responsável malaio à imprensa sem fornecer mais detalhes.

Sua detenção se soma a de uma mulher de passaporte vietnamita, a de outra indonésia e a do namorado desta última, malaio.

Kim Jong-nam, de 45 anos, foi atacado na segunda-feira por duas mulheres que jogaram um líquido em seu rosto quando ele estava prestes a embarcar para Macau. A vítima começou a se sentir mal e morreu a caminho do hospital.

Na sexta-feira começaram as análises para determinar qual substância tóxica o matou, embora as autoridades da Malásia tenham advertido que os resultados vão demorar pelo menos duas semanas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos