Drone americano mata dois homens em moto no Paquistão

Peshawar, Paquistão, 2 Mar 2017 (AFP) - Um drone americano matou nesta quinta-feira dois homens que estavam em uma motocicleta numa região tribal no noroeste do Paquistão, informaram autoridades locais, no primeiro ataque do tipo no país desde a chegada de Donald Trump à Casa Branca.

Os ataques com drones são muito mal vistos entre os paquistaneses por considerarem uma violação da soberania do país, embora, de acordo com documentos vazados, Islamabad e Washington tenham concordado secretamente em alguns casos no passado.

O ataque ocorreu em Sara Khwa, no distrito de Kurram, uma região tribal na fronteira com o Afeganistão.

Uma fonte do governo local, que pediu anonimato, disse que os dois homens mortos eram "militantes", mas afirmou que não poderia confirmar a sua identidade.

Uma segunda fonte confirmou o ataque e as mortes.

"O drone veio do Afeganistão e retornou após o lançamento de dois mísseis contra a moto", disse.

Um líder do Talibã afegão disse à AFP que um dos mortos era Qari Abdullah, um guarda do clã Haqqani, e o segundo, Saqib Ullah, um comandante do grupo.

A rede Haqqani é um grupo insurgente independente, mas próximo do Talibã.

O último ataque de drone americano ocorreu em maio de 2016 e matou o líder do Talibã afegão, p mulá Akhtar Mansoor, na província do Baluquistão, na fronteira com o Afeganistão.

hk-la/jaf/fa/es/mb/mr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos