Trump denuncia 'caça às bruxas' envolvendo secretário de Justiça

Washington, 3 Mar 2017 (AFP) - O presidente Donald Trump denunciou nesta quinta-feira uma "caça às bruxas" contra seu secretário de Justiça, Jeff Sessions, e outros colaboradores do governo por seus supostos contatos com funcionários russos durante a campanha eleitoral de 2016.

"Jeff Sessions é um homem honesto", escreveu Trump, acusando os democratas de "perder o senso de realidade".

Trump admitiu que Sessions poderia ter dado respostas "mais precisas" quando garantiu publicamente não ter mantido contato com funcionários russos durante a campanha presidencial, apesar de se reunir com o embaixador de Moscou em Washington em duas ocasiões no ano passado.

Na visão de Trump, a avalanche de acusações contra Sessions "é uma forma para que os democratas salvem a pele após perder uma eleição que todos consideravam ganha".

Mais cedo nesta quinta-feira, Trump admitiu que "não estava ciente" dos contatos de Sessions com o embaixador russo durante a campanha eleitoral.

Líderes democratas pediram a renúncia de Sessions depois da confirmação de que ele se reuniu por duas vezes com o diplomata russo, em contradição com seu depoimento no Senado antes de sua posse.

As novas revelações relançaram os pedidos de vários legisladores para a nomeação de um investigador especial independente para revisar a suposta intervenção russa na campanha eleitoral americana.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos