Comício a favor de presidente turco é cancelado na Alemanha

Berlim, 3 Mar 2017 (AFP) - A policia alemã anunciou nesta sexta-feira (3) o cancelamento de uma manifestação a favor do presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, em Frenchen, oeste da Alemanha, pela terceira vez em um intervalo de dois dias.

"O administrador do Golden Palast comunicou nesta sexta-feira (3) ao organizador (do encontro) que não poderia disponibilizar sua sala no domingo à noite. O contrato entre o proprietário do lugar e o administrador não permite a organização de eventos políticos", indicou a polícia local.

O ministro de Economia turco, Nihat Zeybekçi, participaria da reunião dedicada ao referendo de 16 abril na Turquia, referente à mudança constitucional que prevê um maior poder a Erdogan.

O presidente turco reagiu com irritação: "impedem de falar meu ministro da Justiça, meu ministro da Economia, e até eu que faria uma videoconferência"

Erdogan acusou ainda a Alemanha de tolerar as reuniões dos separatistas curdos, qualificados por Ancara de "terroristas".

"Deveriam ser julgados por ajudar e dar cobertura a terroristas".

A Alemanha conta com uma numerosa comunidade turca de três milhões de pessoas instaladas desde os anos sessenta, quando foram necessárias para suprir a mão-de-obra para a indústria alemã.

As relações entre a Alemanha e a Turquia pioraram consideravelmente desde o falido golpe de Estado turco em julho.

Nesse contexto, os ministros de Relações Exteriores dos dois países entraram em acordo nesta sexta-feira por meio de conversa telefônica para se encontrarem na próxima quarta-feira (8), de acordo com uma autoridade turca.

Durante a conferência telefônica, o ministro turco Mevlut Cavusoglu transmitiu ao seu homólogo alemão Sigmar Gabriel o "mal-estar" da Turquia em relação ao triplo cancelamento dos encontros a favor de Erdogan.

Na quinta-feira (2) as autoridades alemãs cancelaram, alegando problemas logísticos, um comício em Gaggenau e, em paralelo, Colônia informou que não autorizaria uma reunião que estava prevista para o domingo, da qual o ministro da Economia também participaria.

Nesta sexta-feira, o assentamento de Gaggenau foi evacuado devido uma ameaça de bomba enviada por uma pessoa que protestava contra a anulação do encontro.

A polícia não encontrou explosivos.

alf/bur-pa/eg/bn/lr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos