Vice-presidente americano utilizou e-mail privado quando era governador

Washington, 3 Mar 2017 (AFP) - O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, utilizou uma conta privada de e-mail para questões de política geral quando era governador de Indiana, informa o jornal Indianapolis Star.

Os e-mails obtidos pelo jornal mostram que Pence utilizou uma conta privada - que a publicação afirma ter sido hackeada no ano passado - para discutir "assuntos sensíveis e questões de segurança interna".

O Indianapolis Star, que obteve as mensagens de correio eletrônico após um pedido ao registro público, informa que o gabinete do vice-presidente confirmou que "Mike Pence manteve uma conta de e-mail do estado e uma conta pessoal".

"Como governador, o senhor Pence cumpriu totalmente a lei de Indiana sobre o uso e a preservação do e-mail", afirmou o gabinete ao jornal.

Durante a campanha presidencial, Pence criticou a candidata democrata Hillary Clinton pelo uso de um servidor de e-mail privado para as comunicações oficiais, um escândalo que a perseguiu até o fim da disputa.

O jornalista que revelou a notícia, Tony Cook, disse ao canal CNN que o porta-voz de Pence "minimizou qualquer comparação com o uso de um servidor e um e-mail privado por parte de Hillary Clinton".

A lei de Indiana não proíbe que os ocupantes de cargos públicos utilizem o e-mail pessoal, mas em geral exige que as mensagens relacionadas a questões oficiais sejam arquivados com fins de informação pública.

O gabinete de Pence afirmou ao jornal que sua campanha havia adotado medidas para permitir a transferência ao estado das mensagens eletrônicas pessoais relativas a temas públicos.

Hillary Clinton foi perseguida durante toda a campanha eleitoral por ter utilizado um servidor de e-mail privado quando era secretária de Estado.

A candidata democrata acusou o diretor do FBI James Comey de ter desempenhado um pequeno papel em sua derrota, ao afirmar que a decisão da Polícia Federal americana de reabrir a investigação sobre os e-mails enviados quando ela era secretária de Estado prejudicou sua campanha na disputa pela Casa Branca.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos