Moscou e Damasco ajudam aliados dos EUA na Síria

Washington, 4 Mar 2017 (AFP) - Rússia e o governo de Bashar al-Assad estão enviando "comboios humanitários" a uma zona do norte da Síria controlada por aliados dos Estados Unidos, informou o Pentágono nesta sexta-feira.

A ajuda se destina à cidade de Minbej, controlada pelas Forças Democráticas Sírias (FDS), coalizão árabe-curda apoiada por Washington.

"Sabemos que comboios humanitários apoiados pelos russos e o regime sírio seguem para Minbej e incluem veículos blindados", declarou Jeff Davis, porta-voz do Pentágono.

Situada a cerca de 30 km da fronteira turca, Minbej foi tomada pelas FDS do grupo Estado Islâmico (EI) em agosto passado, com a ajuda de assessores americanos e bombardeios da coalizão internacional.

O porta-voz do Pentágono não formulou comentários sobre a propósito da iniciativa de Moscou e Damasco, mas a presença dos comboios parece servir aos interesses dos Estados Unidos, porque pode dissuadir a Turquia e seus aliados rebeldes sírios de atacar as FDS para expulsá-las da cidade, como prometiam.

Tanto Ancara como as FDS são aliados cruciais de Washington e um conflito entre ambos poderia representar um duro golpe para a política dos Estados Unidos na região.

Os turcos estimam que as FDS são apenas um disfarce para as milícias curdas de esquerda YPG, que consideram uma organização terrorista, mas os americanos avaliam o grupo como um aliado eficiente contra o EI e o mais capacitado para retomar a cidade de Raqa, capital dos jihadistas.

lby-wat/bdx/lr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos