Diretor do FBI desconsidera denúncia de Trump

Washington, 6 Mar 2017 (AFP) - O diretor do FBI (a Polícia Federal americana), James Comey, considera falsa a explosiva acusação do presidente Donald Trump de que seu antecessor Barack Obama teria espionado suas conversas por telefone - publicou o jornal The New York Times neste domingo (5).

Comey pediu que o Departamento de Justiça intervenha publicamente para rejeitar a denúncia sem fundamento de Trump, disse o NYT, citando funcionários de alto escalão da pasta.

O pedido teria sido feito ontem pelo diretor do FBI, alegando que "não há provas que respaldem" a denúncia e que Trump "insinua que o FBI violou a lei", noticiou o jornal.

No sábado, em um de seus tuítes, Trump afirmou que foi espionado por Barack Obama antes das eleições de novembro passado. O republicano não apresentou provas que corroborem suas acusações.

O ex-presidente democrata negou a veracidade das afirmações.

"É simplesmente falso", disse um de seus porta-vozes.

Já o presidente republicano do Comitê de Inteligência da Câmara de Representantes, Devin Nunes, disse que a Casa vai examinar a denúncia, após receber hoje um pedido de Trump nesse sentido.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos