Mais de 65 mil pessoas fogem dos combates no norte da Síria

Beirute, 5 Mar 2017 (AFP) - Sessenta e seis mil pessoas fugiram dos recentes combates em várias frentes de batalha na província de Aleppo, norte da Síria, informou a ONU.

"Esta cifra inclui cerca de 40.000 pessoas deslocadas de Al Bab e da vizinha cidade de Tadef e outras 26.000 procedentes das localidades do leste de Al Bab", assinalou o Escritório de Coordenação de Assuntos Humanitários da ONU (OCHA).

Al Bab era um importante reduto do grupo Estado Islâmico no norte da Síria, que foi reconquistado pelas forças turcas e grupos rebeldes sírios aliados, em 23 de fevereiro, depois de semanas de intensos enfrentamentos.

As tropas do regime de Bashar al Assad, apoiadas pela aviação russa, também realizam desde janeiro uma ofensiva para expulsar os extremistas do EI do sudeste da província de Aleppo.

O Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH) informou no sábado que milhares de civis fugiam dos ataques aéreos e dos bombardeios no norte do país.

"Há uma semana, mais de 30.000 civis - em sua maioria mulheres e crianças - fugiram", informou o OSDH, acrescentando que o Exército retomou várias aldeias do EI no leste da província de Aleppo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos