Casa Branca 'não se lembra' de reunião de Trump com embaixador russo

Em Washington

  • Cliff Owen/AP

    Sergey Kislyak, embaixador da Rússia nos EUA

    Sergey Kislyak, embaixador da Rússia nos EUA

A Casa Branca negou nesta terça-feira (7) versões de que Donald Trump se reuniu com o embaixador da Rússia quando era candidato à presidência dos Estados Unidos, em abril do ano passado.

Em meio a versões de que Trump se reuniu em 27 de abril com o embaixador russo Sergey Kislyak no hotel Mayflower de Washington, a Casa Branca informou que "não se lembra" disto.

Trump esteve neste dia no hotel para realizar uma conferência sobre política externa.

A embaixada russa não emitiu comentários ao ser questionada sobre o caso.

"Vários embaixadores estavam presentes" para assistir à conferência do atual presidente e à recepção prévia, organizada pelo Center for the National Interest, declarou a porta-voz da presidência Sarah Sanders à AFP.

"O senhor Trump permaneceu na recepção por cerca de cinco minutos e depois seguiu direto para o palco. Não lembramos que ele tenha apertado a mão de alguém na recepção e não éramos responsáveis pelo convite e seleção" dos assistentes.

As embaixadas em Washington mantêm habitualmente contatos com as campanhas presidenciais republicana e democrata, mas após uma eleição marcada pela suspeita de que Moscou tentou ajudar Trump, os contatos de Kislyak estão sob intensa pesquisa.

O assessor de Segurança Nacional de Trump Michael Flynn foi obrigado a renunciar quando se revelou que omitiu suas reuniões com o embaixador russo. Posteriormente, o Procurador-Geral Jeff Sessions foi acusado de manter contatos com Moscou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos