Londres aumenta previsão de crescimento em 2017

Londres, 8 Mar 2017 (AFP) - O governo britânico aumentou nesta quarta-feira a previsão de crescimento econômico de 2017, de 1,6% a 2%, mas corrigiu para menos a dos três próximos anos, anunciou o ministro da Economia, Philip Hammond.

O crescimento de 2018 será de 1,6% (-0,1% do esperado), o de 2019 - primeiro ano fora da União Europeia segundo o previsto - será de 1,7% (-0,4%) e o de 2020 de 1,9% (-0,2%), anunciou Hammond na apresentação ao Parlamento dos orçamentos.

Apesar do aumento da previsão para 2017, o crescimento será inferior aos 2,2% que haviam sido projetados antes do referendo de 23 de junho, no qual os britânicos decidiram abandonar a UE.

"Nos preparamos para um futuro fora da UE e não podemos viver de nossas conquistas passadas", afirmou Hammond.

"Temos que nos concentrar sem descanso em manter o Reino Unido no topo da economia mundial. O déficit caiu, mas a dívida ainda é muito elevada. O emprego aumentou, mas a produtividade permanece teimosamente baixa", alertou.

Hammond apresentou um orçamento prudente e sem grandes novos gastos, marcado pela incerteza provocada pela saída da UE, que Londres notificará este mês aos sócios europeus, dando início a dois anos de negociações para o acordo de retirada do país do bloco.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos