Alemanha não deve deixar que Turquia 'se afaste ainda mais'

Berlim, 9 Mar 2017 (AFP) - A Alemanha não deve deixar que a Turquia "se afaste ainda mais", declarou nesta quinta-feira a chanceler Angela Merkel, reiterando que considera inaceitáveis as acusações de nazismo contra o seu país.

"Embora agora a situação seja difícil, não nos beneficia geopoliticamente, em matéria de política externa e de segurança, deixar a Turquia, um parceiro dentro da Otan, se afastar ainda mais", disse Merkel aos deputados.

Após uma semana de tensões diplomáticas causadas pelo cancelamento de comícios eleitorais na Alemanha de partidários do presidente Recep Tayyip Erdogan, a chanceler insistiu novamente nos valores democráticos de seu país.

A Turquia não aceita as críticas alemãs sobre os expurgos contra a oposição e a imprensa após o golpe de Estado frustrado de julho.

Merkel lembrou que as negociações com a Turquia são realizadas "com base em nossos valores, ou seja, liberdade de opinião, liberdade de imprensa, liberdade de expressão e liberdade de reunião".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos