China prevê 'guerra comercial' se EUA descumprirem regras da OMC

Pequim, 9 Mar 2017 (AFP) - A China considerou nesta quinta-feira que o descumprimento das normas da Organização Mundial do Comércio (OMC) poderá gerar uma "guerra comercial", comentário que acontece após reiterados ataques do presidente americano Donald Trump contra este organismo.

A administração Trump criticou a OMC em um documento oficial no início de março, ao considerá-la incapaz de impedir práticas comerciais desleais.

"Os americanos não estão submetidos diretamente às decisões da OMC", assegurou o porta-voz do ministério de Comércio Exterior de Estados Unidos (USTR), que afirmou querer privilegiar a defesa da soberania do país.

"Se os membros da OMC ignoram suas regras em seu próprio interesse e se recusam a aplicar suas decisões sobre as controvérsias, então o sistema comercial só terá de multilateral o nome", disse nesta quinta-feira Sun Jiwen, porta-voz do ministério chinês de Comércio.

"Inclusive poderia haver uma repetição da guerra comercial dos anos 1930", afirmou, segundo uma transcrição publicada no site do ministério.

"Convocamos os principais membros da OMC a dar o exemplo, respeitando suas normas e cumprindo com suas obrigações", acrescentou o porta-voz do ministério chinês.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos