China coloca em funcionamento seu primeiro caça furtivo

Pequim, 10 Mar 2017 (AFP) - A China colocou em funcionamento seu primeiro caça-bombardeiro furtivo, anunciou a rede de televisão estatal, uma aeronave que simboliza o esforço militar de Pequim diante dos exércitos ocidentais.

"O J-20 e mais armamento novo de alto nível foram colocados a serviço das forças aéreas", indicou a rede militar CCTV. A reportagem apresenta brevemente a aeronave, mostrando imagens de aviões voando acima das nuvens e de um deserto de areia.

Pequim apresentou o J-20 em novembro durante um salão aéreo na China, mas é a primeira vez que um meio oficial confirma o uso da aeronave por parte do exército.

Equipado com mísseis de longo alcance, o avião, que evita os radares, representa um avanço para a capacidade de projeção das Forças Aéreas chinesas.

A China, que está em meio a um processo de modernização de suas Forças Armadas, prefere proteger suas fronteiras terrestres, mas também afirma suas reivindicações de soberania, especialmente no mar da China meridional, onde vários países vizinhos disputam ilhas e arrecifes desta vasta zona marítima.

A China continua se armando mais rápido que os demais países, a ponto de se dirigir em alguns âmbitos "a uma quase paridade com o Ocidente", considerou no mês passado o Instituto Internacional para os Estudos Estratégicos (IISS).

O orçamento do exército chinês é o segundo do mundo (143 bilhões de euros para 2017), atrás dos Estados Unidos (575 bilhões de euros), segundo dados do IISS.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos