Coreia do Norte boicota debate na ONU

Genebra, 13 Mar 2017 (AFP) - A Coreia do Norte boicotou nesta segunda-feira um debate no Conselho de Segurança dos Direitos Humanos da ONU dedicado a esse país e durante o qual especialistas independentes pedirá que o Tribunal Penal Internacional examine as responsabilidades vinculadas com as violações dos direitos humanos.

O presidente desse Conselho, Joaquin Alexander Maza Martelli, convidou Pyongyang a fazer uso de seu direitos de resposta, mas constatou que o representante da República Popular Democrática da Coreia não se encontrava presente.

A Coreia do Norte anunciou em março de 2016 que seus representantes não mais participariam dos debates do Conselho, a quem acusa de estar politicamente motivado.

A União Europeia e o Japão também denunciaram as violações dos direitos humanos de Pyongyang e indicaram que vão preparar um projeto de resolução sobre a Coreia do Norte para ser votado até o final do Conselho.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos