Premiê holandês pede a eleitores que não votem no populismo

Haia, 13 Mar 2017 (AFP) - O primeiro-ministro holandês e candidato à reeleição, Mark Rutte, pediu nesta segunda-feira aos eleitores que detenham o populismo na Europa, antes de um debate determinante na televisão com seu adversário anti-Islã Geert Wilders.

"Quero que a Holanda seja o primeiro país a deter o mal do populismo, a deter o efeito dominó", declarou Rutte em meio a eleições marcadas pelos temas de imigração e identidade e consideradas um termômetro do avanço da extrema-direita na Europa.

A campanha também está envolvida na crise diplomática entre Haia e Ancara, que começou no fim de semana, quando a Holanda proibiu a participação em seu território de ministros turcos em comícios a favor do presidente Recep Tayyip Erdogan.

shm-jkb/gm/pa/pc/cn

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos