Chefe da OEA condena omissão regional diante de crise na Venezuela

Washington, 14 Mar 2017 (AFP) - O secretário-geral da Organização dos Estados Americanos, Luis Almagro, condenou nesta terça-feira a omissão regional diante da crise política e econômica na Venezuela, exortando os países a realizar "ações específicas para restaurar a democracia no país".

Em uma carta de 75 páginas, Almagro reafirmou que as gestões diplomáticas "não permitiram qualquer progresso", e que as tentativas de diálogo na Venezuela "fracassaram".

Os venezuelanos "perderam a fé em seu governo e no processo democrático", alertou Almagro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos