Duas centrais sindicais argentinas convocam greve nacional em 30 de março

Buenos Aires, 14 Mar 2017 (AFP) - Duas das três centrais sindicais da Argentina convocaram nesta terça-feira uma greve nacional em 30 de março, a primeira contra a política econômica e trabalhista do presidente Mauricio Macri, anunciaram seus líderes durante coletiva de imprensa.

A medida será cumprida pela CTA Autônoma e pela CTA dos Trabalhadores. A terceira central sindical e maior do país, a CGT, ainda não deu uma data para a greve geral que anunciou em sua mobilização em massa de 8 de março.

As organizações sindicais pedem "negociações salariais livres, o fim da onda de demissões e dos tarifaços, a diminuição da inflação, e a desaceleração da abertura indiscriminada das importações que agrava a crise das economias regionais", segundo documento avalizado pelos líderes das CTAs, Pablo Micheli e Hugo Yasky.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos