Paciente israelense queima viva uma enfermeira

Jerusalém, 14 Mar 2017 (AFP) - Um paciente de mais de 70 anos queimou viva nesta terça-feira uma enfermeira em uma clínica do centro de Israel porque, segundo a polícia, ele não estava satisfeito com o atendimento recebido.

O suspeito fugiu em seu carro da clínica em Tel Aviv antes de ser detido.

A enfermeira, que morreu em consequência das queimaduras, tinha 40 anos.

"Segundo os primeiros elementos de que dispomos, o suspeito não estava satisfeito e, durante uma conversa, jogou líquido inflamável sobre a enfermeira e ateou fogo", indicou um oficial da polícia ao portal de notícias Ynet.

O diretor da clínica declarou à imprensa que o paciente já era conhecido por seu "passado médico", dando a entender que sofre de problemas mentais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos