Cresce no Congresso oposição republicana ao projeto de saúde de Trump

Washington, 15 Mar 2017 (AFP) - Parlamentares republicanos vinculados a grupos conservadores se pronunciaram nesta terça-feira contra o projeto de reforma do sistema de Saúde promovido pelo presidente Donald Trump, que consideram muito tímido.

A minoria democrata votará contra o texto e alguns republicanos moderados ameaçam se somar a ela porque estão preocupados com a possibilidade de que milhões de americanos fiquem sem seguro médico caso o Obamacare seja eliminado.

Os republicanos moderados não são os únicos que se opõem ao projeto de reforma. A ala direita do partido considera que o plano é pouco agressivo e ameaça boicotá-lo.

"É indispensável incluir emendas para que o texto seja adotado pela Câmara", insistiu nesta quarta-feira o conservador Mark Meadows, que dirige o Freedom Caucus, um grupo de extrema direita na Câmara de Representantes.

Os apoiadores da reforma defendem que o consumidor poderá escolher o produto que melhor o sirva no futuro sistema e que a oferta será menos cara e se adaptará mais às suas necessidades.

Se na semana que vem o texto passar na votação da Câmara de Representantes, caberá ao Senado examiná-lo, embora já se saiba que o projeto não conta com votos republicanos suficientes.

"Estamos todos preocupados", disse à AFP o senador John McCain.

ico-mlm/sha/tm/cc/lr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos