Anarquistas gregos principais suspeitos de enviar a carta-bomba ao FMI (polícia grega)

Atenas, 16 Mar 2017 (AFP) - O grupo anarquista Conspiração das Células de Fogo é o principal suspeito do envio da carta-bomba que explodiu nesta quinta-feira na sede do FMI em Paris, ferindo uma pessoa, indicou à AFP uma fonte da polícia grega.

Segundo esta fonte, o vice-ministro grego da Defesa Civil, Nikos Toskas, foi informado pelas autoridades francesas que o pacote enviado ao FMI foi expedido de Atenas, assim como aquele enviado no dia anterior ao ministério das Finanças alemão.

Este primeiro envio foi reivindicado esta manhã pelo grupo anarquista.

Outra evidência, fragmentos de selos gregos foram encontrados na carta-bomba do FMI.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos